Seguir

Qual a diferença entre investir em ETFs e investir diretamente em ações usando o Value Investing?

Investir através de ETFs é um forma passiva de se expor ao mercado de ações porque você compra uma cesta de ações. Já, o value investing propõe você escolher ações individualmente, o que é uma forma ativa de se expor ao mercado de ações.

São estratégias diferentes para perfis diferentes de investidor. É fato que investir em ETFs tem suas vantagens, já que você não precisará estudar e escolher empresas individualmente.

No entanto, quando você compra uma ETF, você compra uma cesta de ações, algumas boas e outras ruins. É o mesmo que comprar um cesta de frutas, onde tem fruta boa e fruta podre no meio.

E na minha opinião, eu ainda vejo um problema nas ETFs aqui Brasil, especialmente o BOVA11. Durante muito tempo, a composição do Ibovespa estava demasiadamente exposta a empresas de commodities através da Vale e da Petrobras.

E isso acaba distorcendo demais o resultado do BOVA11. Por essa razão citada e pelo fato de sabermos que escolher ações individualmente tem potencial de gerar maiores resultados no longo prazo, ainda prevalece a ideia que vale a pena seguir esse caminho de investir em ações individualmente.

Apesar de ser mais trabalhoso, eu me sinto mais confortável de ter total controle dos meus investimentos do que simplesmente investir em uma cesta de ações. Mas isso é questão de perfil e eu respeito quem pensa diferente.

Os dois modos tem suas vantagens e desvantagens. Cabe a cada um escolher o caminho que se sente mais confortável. O importante é estar ciente de como cada um funciona.

Esse artigo foi útil?
Usuários que acharam isso útil: 0 de 0
Tem mais dúvidas? Envie uma solicitação

0 Comentários

Por favor, entre para comentar.
Powered by Zendesk